domingo, agosto 12, 2012

Um ano se passou...

Há um ano que não venho aqui, no meu espaço, onde posso ser eu mesmo, com meus defeitos, manias e autenticidade.
Em um ano muito coisa aconteceu.
Continuo meu mestrado, do jeito que dá, muta correria, pesquisa, experimentos, sem poder abrir mão do trabalho, da família e de todos os compromissos.
Neste último ano, completei 40 anos de vida!
Troquei de carro, tenho estuda inglês. Tenho lutado contra a balança...
Tenho vivido, feliz, com saúde, me realizando nos dois empregos!
Tenho me identificado com a docência.
Tenho vivido intensamente meus momentos...
Tenho estado cada vez mais apaixonado! Tenho buscado superar meus tramas e medos...
Neste ano sem vir aqui, vivi, sonhei, realizei e estou de volta.

Este é meu espaço, minha fuga, meu esconderijo, meu grito, meu eco...

sábado, agosto 27, 2011

19 de Agosto 2011 - UMA GRANDE VITÓRIA

19 de Agosto às 17h00:
- Obrigado Senhor! Glorias e Louvores! Passei! Obrigado por me dar esta BENÇÃO! Obrigado por eu ter passado!!
Um ano antes:
"- Preciso fazer um curso de mestrado, para me manter como professor..." "... tente o curso na ..."..." só você não é mestre na faculdade..." "... a nova exigência do MEC..."
15 dias antes:
Correria para atualizar o currículo, tirar cópia dos documentos e fazer a inscrição pelo correio.
12 dias antes:
Livros esparramados na mesa da sala, resumos, leitura nos intervalos do trabalho.
10 dias antes:
Viagem de 100 km. Dia da prova. Prova. Questões muito bem elaboradas. Me senti confiante. Invoquei o Espírito Santo de DEUS para guiar meu raciocínio. Depois de 1,5 hora de concentração, terminei minha prova.
Dias de ansiedade e expectativas. Como sempre faço, somente minha família sabia desse processo, ninguém mais. Silencio total, oração.
Com o passar dos dias, meu coração foi se confortando e a certeza de que o resultado seria para mim a obra de DEUS em minha vida invadiu meus sentimentos.
Dia 19 de Agosto de 2011 - 11h00, internet, site da faculdade, enquanto abria o coração disparava...
De repente... um comunicado: "estamos em greve... todas as atividades acadêmicas foram paralisadas..."
Um misto de alívio e apreensão invadiu meu coração. Alívio por não ver a lista, talvez sem meu nome entre os aprovados; apreensão por ter que ficar sabe-se lá quantos dias até a divulgação do resultado.
Mais oração e entrega total dos meus sentimentos nas Mãos Misericordiosas do SENHOR!
Continuei o dia trabalhando, conformado em não ter o resultado da prova.
No final do dia, após encerrar minhas atividades na empresa, antes de fechar o computador, resolvi dar mais uma olhadinha.
O mesmo ritual, site abrindo, mesma mensagem de greve enchendo a tela. Mas observei um quadro na direita com a mensagem de matrículas para os candidatos aprovados.
Euforia! Se tem informação de matrícula, tem o resultado em algum lugar!
Comecei a procurar. Coração disparado! Ansiedade! Adrenalina! Olhos que corriam a tela, mãos apreensivas no mouse.
De repente, o quadro com a lista dos resultados... intuitivamente comecei a ler de baixo para cima e meu nome não aparecia...
Desespero, estava chegando ao topo da lista, sem ver meu nome... comecei a me conformar com o fracasso!!!
Primeiro nome, na primeira linha, na primeira colocação... O MEU NOME
Aprovado em 1ª lugar!!!
- Obrigado Senhor! Glorias e Louvores! Passei! Obrigado por me dar esta BENÇÃO! Obrigado por eu ter passado!!
Como DEUS é fiel! Estou maravilhado por Sua Obra em minha Vida!

terça-feira, dezembro 14, 2010

Como sofrimento de MARIA!

Deus te abençoe minha cunhada!
Tanto sofrimento, tanta luta com a filha!
O nascimento do novo herdeiro, trouxe uma felicidade em meio a tantas aflições com a outra filha, que está internada, exigindo cuidados há meses.
Temos acompanhado sua trajetória de triteza, sofrimento, preocupações com a saúde da menina.
Imagino como esteja sofrendo. É difícil para uma mãe suportar o sofrimento do próprio filho.
Só a fé em Jesus pode acalentar o coração de uma mãe que sofre ao ver seu filho sofrer.
Como Maria viu seu filho Jesus sofrendo na cruz, no calvário.
O que a confortou? Acreditar que seu filho ressuscitaria.
É fácil quando o sofrimento está distante. Mas quando a dor bate à nossa porta e entra em nossa família, percebemos que momentos difíceis existem e nos rodeiam.
Força para você!
Admiramos sua força, sua sabedoria, sua calmaria, vivendo uma gravidez próxima dos 40 anos de idade, acompanhando outro filho no hospital e outro em casa, em meio a tempestade de situações que colocam sua fé, sua dignidade em cheque.
Deus te abençoe e te dê a força de Maria!
Curta seu bebê e os outros filhos que agora estão em casa, sadios, sãos e salvos.

terça-feira, novembro 02, 2010

Se esforçar pra quê?

Os valores da juventude de hoje resumem-se em conseguir tudo de maneira fácil.
Ninguém quer se esforçar, nunguém quer perder tempo, afinal tempo perdido é prejuízo no bolso.
Todos buscam as coisas fáceis, as que exijam menos esforços. Depois de conquistadas, são como troféus descartáveis, sem nenhum valor.
Assim estamos educando jovens preguiçosos, sem valores, sem ideais, sem metas, sem disciplina, sem força de vontagem, sem objetivos... sem valores, sem vida!
Se o professor falta à aula, vão ao diretor reclamar... entretanto, se o professor se dispõe a repor às aulas perdidas num sábado, reclamam!
Se a matéria é difícil, reclamam, mas ninguém pega um livro, ou tira as dúvidas. Duvidas, não tem... como ter dúvidas se nem sabe a matéria. Só se tem dúvida quando se estuda!
Os professores ficam à mercê do descaso. Se apertam todos serão reprovados, se afrouxam, que profissionais estão entregando para o mercado.
Os alunos querem pagar e passar... sem trabalho, sem muito esforço. Querem o diploma e não estão preocupados com o conhecimento.
Este é o reflexo de nosso Brasil, dos horizontes que temos!
Me preocupo com o que teremos amanhã.

terça-feira, setembro 21, 2010

Satisfação é TUDO!!!

Quem já não teve aquele emprego que consome a pessoa e que quando chega na sexta-feira traz o alívio e no domingo a noite a agonia da segunda-feira?!
Também já passei por isso.
É difícil termos satisfação nas coisas que fazemos e vivemos. Mas digo que é uma virtude de quem sabe prestigiar todos os momentos da vida!
É claro que este última frase é consequência do meu aniversário (estou ficando mais velho...).
Entretanto, tenho encontrado a satisfação de poder trabalhar, conquistar meu espaço e colher os bons resultados. Para que esteve desempregado há um tempo atrás por 9 meses, não reclamo mais do trabalho que tenho.
Tenho tido satisfação em ajudar meus alunos a superarem seus limites e a buscarem mais conhecimentos. A arte de ensinar traz mais sabedoria, ajuda no crescimento, na tolerância, nas relações interpessoais.
Minha satisfação em ver minha família bem, me impulsiona para dar o melhor de mim e proporcionar momentos de satisfação aos que me cercam.
É bom poder sentir que as pessoas ficam felizes por que nós proporcionamos a felicidade delas.
É muito bom saber que nossa atitude foi aquela que trouxe compreensão, entendimento e paz para os que convivem conosco.
A satisfação em fazer algo é ter a certeza que será bem feito e nos trará prazer.
Por isso, tenho buscado trabalhar, viver, amar, ensinar, corrigir, desviar, retornar com satisfação para traçar meu caminho neste mundo.

Parabéns pra MIM!!!

Esta semana fiz aniversário!
Estava meio down para comemorar!
Sem dinheiro para bancar uma festinha entre amigos...
Pouco entusiasmado com o fato de ficar mais velho!
Na semana anterior havia comemorado o aniversário do meu caçula!
Para criança tudo é festa!
Meu dia, foi viajar 200 km para visitar um ente querido que estava doente!
Meu presente foi constatar que aos poucos o ente querido retomava as forças.
Minha mãe salvou o dia com um bolinho de cenoura e cobertura de chocolate com a vela do aniversário do meu filho para assoprar.
Revi minhas últimas comemorações e a deste ano foi muito sem graça.
Entretanto, o fato de estar com saúde, junto da família, trabalhando... me faz agradecer pela vida!
Acho que vou comemorar noutro dia. Tô com uma vontade de sair e me divertir por conta do meu aniversário.
No fim de semana programarei algumas coisas... e depois eu conto aqui...

sábado, maio 15, 2010

A DEUS MARCÂO!!!

Quinta-feira 13 de maio de 2010, após uma semana num leito de hospital, às coisas estavm cada vez piores. O coma era consequência da batalha que seu organismo estava perdendo contra a doença que dominava seu fígado e esôfago.
Por volta das 18h00 o corpo cansado, destruído, abatido se entregou!
A pessoa alegre, de bem com a vida se foi. Nas lembranças, o fino trato com as crianças, a espontaneidade das palavras, gestos...
A notícia veio em seguida. Nossa preocupação com a esposa de apenas 39 anos, com nosso afilhado de 15 e o caçula de apenas 5 anos. Como será daqui pra frente?
Apesar de todas as diferenças o casal, a família se completavam. Cada um com seus compromissos e responsabilidades para criar, alimentar e educar os dois filhos com diferença de idade na casa de 10 anos!
Fiquei surpreso, com sua ida repentina! Apesar de saber que há tempos estava sabendo de seu estado de saúde precário!
Hoje digo a você: - a DEUS!
Não é um até logo, mas um ofertório a Deus! Que ELE cuide de você nesta outra dimensão!
A Deus rezo pela sua alma, seu descanso eterno!
A Deus rezo pelo conforto de sua família! Pela superação de sua perda!
A DEUS vá em frente, siga seu caminho!

domingo, abril 18, 2010

"...Tá apitando a ETE..."

"...Tá apitando a ETE..." e senti um tapinha nas costas, quando estava no restaurante, hoje, na hora do almoço.
Era uma velha conhecida de trabalho, afastada da empresa por problemas de saúde. Mulher batalhadora. Cria o único filho de 12 anos sozinha.
Estreitamos nossa convivência profissional depois que fui o responsévale técnico pelo projeto de instalação de uma estração de tratamento de efluentes no setor em que ela trabalha.
Isso faz quase um ano.
A planta é toda automática, mas por motivos de precaução foi instalado um alarme sonoro, para que cada vez que houver qualquer falha no sistema, esse alarme soasse para alertar o pessoal.
Como não há operador dedicado, ainda, nesta planta, sempre fui chamado por ela que dizia ao telefone:
"- Tá apitando! A ETE tá apitando!"
De repente, numa semana, senti falta do telefonema, apesar de conseguirmos estabilizar a operação da planta.
Liguei para o setor à procura da tal colega, quando fui surpreendido pela notícia que ela havia passado mal no fim de semana e estava internada, com crise de coluna!
Na realidade fui saber que a crise, trata-se de um cancer no pulmão!
Tenho rezado muito, pedindo a Deus que opere a cura nela.
E hoje, ao ser surpreendido no restaurante com esta frase: " ... tá apitando...", me virei para trás e a vi, do mesmo jeitinho. Sem eu perguntar nada ela me contou tudo. Confesso que me segurei para não cair em lágrimas, vendo ela, sabendo da doença, e tentando transmitir segurança.
Que doença covarde é esta!
Continuarei rezando pela saúde dela, pela recuperação e pelo milagre.
Deus, tome conta dos enfermos!!!